Código: 91

Reflexões n° 05: sagradas escrituras; centralidade e autoridade numa perspectiva anglicana

Carregando...
 
Simulador de Frete
- Calcular frete

Uma das maiores preocupações expressas na última reunião do Grupo Consultivo do CEA foi a necessidade de se explorar mais didaticamente a Bíblia. Desde o Seminário Marcas do Anglicanismo, percebeu-se que a abordagem da Escritura como fonte de nossa Teologia, como substrato de nossa Liturgia, carrega consigo os riscos da dubiedade hermenêutica.

Existem os que entendem que a Bíblia é o “texto". E, como tal, esquecem a "floresta", com sua diversidade de cores e enfoques. Outros, porém, a encaram de maneira superficial, com medo quem sabe de "mergulhar" nas suas profundezas e descobrir que para além do texto há um propósito. Quem sabe, não precisamos resgatar a visão de que, ao invés de ser um "ponto de chegada", a Palavra de Deus seja concretamente o "ponto de partida" da nossa espiritualidade.

É com essa preocupação que publicamos este quinto número da série REFLEXÕES, dedicado à Escritura. Trata-se de uma tradução, feita por D. Sumio Takatsu, de um texto do Prof. Frederick H. Borsch, intitulado "Todas as coisas necessárias à Salvação".

Complementando a tradução, temos dois textos que pertencem à tradição anglicana, construída na última década: A Conferência de Lambeth de 1988 e o Relatório de Virgínia.

Paginação:31

 

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.